Câmara Juvenil

Vereador Prof. Célio Lupparelli vai acompanhar os trabalhos.

A partir desta semana, entra em funcionamento a Câmara Juvenil da Cidade do Rio de Janeiro, uma  Resolução plenária que data o ano de 2009 e dá posse a vereadores juvenis.  Os novos começam hoje, dia 2 de junho de 2023  e são estudantes dos anos finais da Secretaria Municipal de Educação.  O projeto envolve formação política e cidadã, construção coletiva, formação de liderança e aprendizagem dos processos legislativos. O projeto mobiliza e traz engajamento da comunidade escolar com os alunos produzindo propostas que correspondam a real necessidade da população.

A posse dos jovens vereadores foi no plenário da Câmara Municipal, onde tudo a princípio é novidade para os aprendizes.  

O vereador professor Célio Lupparelli é um dos parlamentares designados para acompanhar o trabalho e funcionamento da Câmara Juvenil.

É um prazer poder participar de perto deste projeto, tão importante, para os nossos jovens e para a nossa sociedade como um todo.  Sou professor e sei bem o significado da soma educação e cidadania. O produto final nos contemplará com jovens instruídos e preparados para o parlamento, assim como, para o trabalho de produção do melhor para a cidade do Rio de Janeiro”, diz o professor vereador. 

A visão de educação no projeto tem como foco o desenvolvimento pleno do estudante, contribuindo para a transformação do modo como ele se relaciona com o conhecimento, sua escola e  comunidade .  O estudante sairá da Câmara Municipal com visão mais crítica, capacidade maior de pensar, sentir, decidir e agir, o que contribuirá para a formação de  um cidadão  com maior velocidade em solução de problemas e melhor comunicação, mostrando os benefícios de uma sociedade mais justa,  igualitária e com mais conhecimento de seus direitos e deveres. 

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro conduzirá todo o processo formativo, político e regimental do projeto, realizando as etapas referentes à atividade parlamentar como a Posse, eleição da Mesa Diretora, composição das Comissões, deliberação das proposições legislativas, assim como uma tutoria regular de acompanhamento.  Já a Secretaria Municipal de Educação conduzirá o processo de divulgação, inscrição e eleição dos membros da Câmara Municipal Juvenil.

Os novos jovens vereadores foram eleitos representados pelas 11 Coordenadorias Regionais de Educação.  As aulas serão divididas entre o formato presencial e remoto.  Em paralelo a Secretaria Municipal de Educação realizará atividades que envolvam a comunidade escolar, promovendo um grande debate. 

Se depender de empolgação, esta legislatura jovial promete comprometimento e destaque no trabalho de cada um.

Ao término da edição deste ano, espera-se ter 51 proposições legislativas elaboradas por meio da construção coletiva, sendo que deste quantitativo, uma parte será enviada  para  plenário, a fim de que sejam debatidos e votados.

fonte: Gabinete Celio Lupparelli

Compartilhe este artigo

SIGA CÉLIO LUPPARELLI!

Participe de nossas redes sociais

Fale agora conosco!