Mudanças Climáticas e Dengue: Vereador Lupparelli Alerta!

O Vereador Professor Lupparelli expressa sua preocupação diante do recente estudo que aponta para o potencial aumento de casos de dengue no Rio de Janeiro devido às mudanças climáticas.

De acordo com pesquisas, as mudanças nas temperaturas têm o potencial de ampliar a população de mosquitos Aedes aegypti e, consequentemente, a transmissão da dengue no estado. Os modelos de previsão climática indicam um aumento na frequência de dias mais quentes no Rio de Janeiro nas próximas décadas. Isso, por sua vez, pode favorecer o ciclo de reprodução do mosquito Aedes, aumentando o risco de transmissão da dengue.

Com previsões de aumento nas temperaturas média e mínima nos próximos anos na cidade, o ciclo de reprodução do Aedes pode ser favorecido, aumentando o risco de proliferação da doença. O período de inverno, historicamente associado a menos infecções pelo vírus da dengue, pode passar a ter dias mais quentes, ampliando a janela de temperatura favorável à infestação do mosquito.

O Vereador Lupparelli ressalta a importância de ações preventivas e de conscientização da população para combater a proliferação do Aedes aegypti. Incentivar práticas de eliminação de criadouros, investir em campanhas educativas e reforçar a fiscalização são estratégias fundamentais para enfrentar os desafios que as mudanças climáticas podem trazer para a saúde pública no Rio de Janeiro.

Lupparelli reitera seu compromisso em atuar em prol da saúde da população carioca, trabalhando em conjunto com as autoridades e a comunidade para enfrentar os desafios que se apresentam. A prevenção e o cuidado continuam sendo as principais armas na luta contra a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Compartilhe este artigo

SIGA CÉLIO LUPPARELLI!

Participe de nossas redes sociais

Fale agora conosco!