Balão, só em música!

Estamos no meio do ano e, de junho a agosto, temos muitas festas juninas, julinas e agostinas. Nessa ocasião, ainda é comum assistirmos balões a passearem no céu. Mas, é fato que balão só deve estar em meio às letras de músicas ou pendurados em ornamentação de festas. Soltar balões é crime! Crime estabelecido no artigo 42 da lei 9605 de 1998:  Fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano. A pena vai de 1 a 3 anos de detenção ou multa, ou ambas as penas cumulativamente. 

“É uma necessidade mantermos este assunto no meio escolar e familiar. É preciso ensinar as nossas crianças que soltar balões pode ocasionar sérios riscos para o meio ambiente. Muitas florestas podem ser destruídas e além disso, os animais que vivem ali também são mortos, é um verdadeiro extermínio da flora e da fauna quando um balão cai na mata”, lembra o vereador Professor Célio Lupparelli.

As festas são muito importantes para a população em geral, é o momento de confraternização entre moradores de um mesmo bairro, alunos e professores de uma escola, frequentadores de clubes, famílias inteiras que se reúnem para este fim. Mas, “bater na mesma tecla” é fundamental. Soltar balões, não!

Compartilhe este artigo

SIGA CÉLIO LUPPARELLI!

Participe de nossas redes sociais

Fale agora conosco!