PREFEITURA DO RIO QUER PROIBIR O USO DE CELULARES NAS ESCOLAS

Começou nesta segunda-feira, 11 de Dezembro de 2023, a consulta pública que trata da proibição do uso de celulares pelos alunos nas escolas municipais do Rio durante todo o horário escolar a partir de 2024. Em agosto,  foi publicado um decreto do prefeito Eduardo Paes que proibia o uso de celulares durante as aulas.

Após quatro meses da aplicação das novas regras, o Executivo Municipal  planeja estender a medida, proibindo o uso de celulares pelos alunos nos diversos  espaços da escola, partir do início do ano letivo em 2024. Foi aberta a consulta pública para que todos  possam  opinar  e sugerir sobre este tema e as novas restrições, o que seria uma medida inovadora no País. Os interessados em participar podem acessar o site educacao.prefeitura.rio/consulta e enviar sua participação até 10 de janeiro de 2024.

O estudo da UNESCO indica que o tempo de exposição à tela pode afetar de forma negativa o autocontrole, a estabilidade emocional, causando ansiedade e depressão nas crianças. O uso dos celulares já é proibido em diferentes países, entre eles França, Austrália, Itália e alguns estados norte-americanos, como Flórida e Utah. Recentemente, Holanda e Inglaterra também anunciaram que vão aderir à proibição.

Diversos especialistas compartilham que o uso excessivo de telas pode afetar de forma negativa o autocontrole, a estabilidade emocional, causando ansiedade e depressão nas crianças e que o uso excessivo do celular traz problemas no aprendizado e na vida social das crianças.

Vale destacar que já existem exceções sobre o uso. O uso do celular e demais dispositivos eletrônicos, com finalidade pedagógica, continuará sendo permitido aos alunos quando autorizado, orientado e supervisionado pelo professor. Também é permitido o uso aos alunos com deficiência ou com problemas de saúde que necessitam destes dispositivos para monitoramento ou auxílio de sua necessidade.

A Consulta Pública também colaborará com a  Secretaria Municipal de Educação a identificar demais circunstâncias excepcionais que tornem necessário que o aluno tenha acesso ao seu dispositivo pessoal.

PARTICIPE!!

Começou nesta segunda-feira, 11 de Dezembro de 2023, a consulta pública que trata da proibição do uso de celulares pelos alunos nas escolas municipais do Rio durante todo o horário escolar a partir de 2024. Em agosto,  foi publicado um decreto do prefeito Eduardo Paes que proibia o uso de celulares durante as aulas.

Após quatro meses da aplicação das novas regras, o Executivo Municipal  planeja estender a medida, proibindo o uso de celulares pelos alunos nos diversos  espaços da escola, partir do início do ano letivo em 2024. Foi aberta a consulta pública para que todos  possam  opinar  e sugerir sobre este tema e as novas restrições, o que seria uma medida inovadora no País. Os interessados em participar podem acessar o site educacao.prefeitura.rio/consulta e enviar sua participação até 10 de janeiro de 2024.

O estudo da UNESCO indica que o tempo de exposição à tela pode afetar de forma negativa o autocontrole, a estabilidade emocional, causando ansiedade e depressão nas crianças. O uso dos celulares já é proibido em diferentes países, entre eles França, Austrália, Itália e alguns estados norte-americanos, como Flórida e Utah. Recentemente, Holanda e Inglaterra também anunciaram que vão aderir à proibição.

Diversos especialistas compartilham que o uso excessivo de telas pode afetar de forma negativa o autocontrole, a estabilidade emocional, causando ansiedade e depressão nas crianças e que o uso excessivo do celular traz problemas no aprendizado e na vida social das crianças.

Vale destacar que já existem exceções sobre o uso. O uso do celular e demais dispositivos eletrônicos, com finalidade pedagógica, continuará sendo permitido aos alunos quando autorizado, orientado e supervisionado pelo professor. Também é permitido o uso aos alunos com deficiência ou com problemas de saúde que necessitam destes dispositivos para monitoramento ou auxílio de sua necessidade.

A Consulta Pública também colaborará com a  Secretaria Municipal de Educação a identificar demais circunstâncias excepcionais que tornem necessário que o aluno tenha acesso ao seu dispositivo pessoal.

PARTICIPE!!
https://educacao.prefeitura.rio/consulta/

Compartilhe este artigo

SIGA CÉLIO LUPPARELLI!

Participe de nossas redes sociais

Fale agora conosco!